Quando vi

Quando vi

Quando dei por mim a estrada já tinha começado e a cidade tinha terminado, quando vi, a noite tinha caído e a lua tinha subido, depois, o dia raiou e o sol queimou-me o rosto.

Quando dei por mim e quando falei por ti, as estrelas já não estavam no mesmo lugar, e percebi que eu nunca quis olhar pelo teu céu.

Quando me tornei mulher e quando a dor desceu, as cidades já tinham luz porque o dia já tinha nascido, mas eu não sabia abrir as janelas da tua casa.

E assim, quando dei por mim a estrada passou a ser cidade , a lua desceu e subiu e o céu mudou comigo.